Alimentação para Mamãe

 

Uma alimentação completa e balanceada é de extrema importância durante a gravidez para evitar a anemia e garantir a boa formação do sistema nervoso do bebê. Além disso, é um ótimo momento para que a futura mamãe adquirira hábitos saudáveis para se preparar para a rotina de um recém-nascido. É preciso muita disposição mental e física para suportar poucas horas de sono e a atividade intensa nos primeiros meses de vida do bebê.

 

Cada gestante possui um organismo diferente, então só um médico ou nutricionista pode indicar uma dieta específica para ela. Mesmo assim, há algumas recomendações “universais” para as mamães que querem garantir uma boa saúde. A frase “estou comendo por dois” não é desculpa para comer descontroladamente tudo que vê pela frente! O segredo é comer pouco, várias vezes ao dia, diversos tipos de alimentos.

 

A mulher deve comer a cada três horas durante toda a gestação. A alimentação deve ser balanceada e variada, incluindo porções de frutas, legumes, verduras e cereais (integrais, de preferência). Carnes magras, peixes, leite e seus derivados também devem ser inclusos na dieta, assim como ao menos dois litros de água por dia.

 

Em média, uma gestante deve consumir apenas 200 calorias a mais após o segundo trimestre. Durante o primeiro trimestre ela deve consumir alimentos com ferro e ácido fólico. Carnes, ovos, feijão, verduras escuras, cereais e frutas cítricas são alguns alimentos que a futura mamãe deve consumir não só nesse primeiro trimestre, mas também durante toda a gravidez.

 

No terceiro trimestre, a vitamina D e o cálcio devem ser reforçados. Nessa fase o bebê começa a esgotar a energia da grávida, então ela precisa dessas vitaminas para evitar câimbras e manter as unhas e os dentes fortes. A ingestão de ovos, fígado, soja, e derivados de leite também auxiliam na produção de leite depois do parto.